7 táticas das marcas de luxo para você se inspirar

As marcas de luxo utilizam táticas parecidas para surpreender e fidelizar seus clientes e neste artigo eu separei sete que poderão te inspirar.

395
views
7 táticas das marcas de luxo pra você se inspirar | Kingmaker

As táticas das marcas de luxo para fidelizar seus clientes e, assim, vender de forma consistente e lucrativa estão cada dia mais elaboradas.

Conhecer essas táticas e saber aplicá-las em seu negócio pode trazer diversas vantagens competitivas para seu negócio.

Neste artigo trago 7 táticas das marcas de luxo a fim de te inspirar e te ajudar a construir uma marca forte para seu negócio.

Aproveito para te convidar a conhecer o Método UPSCALE, que é um método único e exclusivo que te ajudará a conquistar os melhores clientes de seu mercado de alto padrão.

 

Confira Também:

 

AS TÁTICAS DAS MARCAS DE LUXO SÃO USADAS NÃO APENAS PARA VENDER MAIS, COMO TAMBÉM FIDELIZAR SEUS CLIENTES

O que faria você colocar seu nome em uma lista de espera de seis anos para comprar uma bolsa? Ou ainda, pagar cinco vezes mais por um produto pela marca?

Existem táticas das marcas de luxo para ocuparem um lugar especial em nossas mentes, o que nos mantêm querendo ou comprando.

Mas por que a Hermès é mais desejável que a H&M ou a Apple do que a Dell?

Antes de mais nada, você deve primeiro identificar as táticas das marcas de luxo para não apenas vender mais, como também fidelizar seus clientes

 

MAS AFINAL, O QUE É LUXO?

Muita gente ainda acredita que luxo é sinônimo de algo supérfluo ou desnecessário, adquirido apenas para afirmar status e ostentação.

No entanto, o luxo vai muito além dessa análise rasa e, na maioria das vezes, preconceituosa.

Luxo é todo serviço ou produto feito com excelência, riqueza de materiais e acabamento fino, com intuito de oferecer a melhor experiência de entrega possível, sem a preocupação primária com a valores cobrados.

Em resumo, luxo é que há de melhor e mais sofisticado em uma categoria de serviços ou produtos.

 

MAS QUAIS AS 7 TÁTICAS DAS MARCAS DE LUXO QUE EU POSSO UTILIZAR EM MEU NEGÓCIO?

São milhares as táticas das marcas de luxo para vender mais e ainda fidelizar seus clientes.

Abaixo eu te trago as 7 táticas das marcas de luxo que você pode implantar em seu negócio sem grandes dificuldades.

Vale lembrar que em breve lançarei o treinamento 10 Segredos das Marcas de Luxo que Você Pode Utilizar em Seu Negócio. Aguarde!

 

1ª TÁTICA DAS MARCAS DE LUXO: CONHEÇA BEM SEU CLIENTE-ALVO

Se sua marca não sabe quem é seu cliente-alvo, dificilmente sua empresa conseguirá estabelecer uma comunicação mais profunda.

Portanto, uma tática das marcas de luxo que você deve implantar no seu negócio hoje mesmo, é conhecer muito bem qual é o perfil do cliente-alvo que pretende atender.

Qual a idade, valores, medos, desejos, momento de vida, busca, ganhos e vivência de seu cliente-alvo?

Essas são algumas das informações básicas que você deve ter antes de iniciar qualquer ação de marketing portanto as tenha o quanto antes.

 

2ª TÁTICA DAS MARCAS DE LUXO: OFEREÇA PRODUTOS ÚNICOS

Materiais de qualidade com alto padrão de fabricação manual, difíceis de reproduzir por máquinas, são a personificação do verdadeiro luxo.

É por isso que a Louis Vuitton se orgulha de que uma de suas malas ou bolsas passa por mais de mil estágios antes de chegar à sua mão.

Ermenegildo Zegna dirige suas próprias fábricas que tecem os tecidos que eles usam em seus trajes.

Muitas vezes marcas de luxo começaram a vida com equipes de trabalhadores qualificados em pequenas oficinas, então a manufatura torna-se central para a sua identidade.

A Gucci enfatizou isso em sua campanha publicitária do 90º aniversário, na qual eles exibiram fotos em preto-e-branco de suas oficinas dos anos 50, apontando para o consumado conhecimento produzido de geração em geração.

 

3ª TÁTICA DAS MARCAS DE LUXO: CONTE HISTÓRIAS RICAS

As marcas de luxo geralmente têm uma longa história, enfatizando o poder de permanência e o conhecimento que acumularam ao longo do caminho.

Às vezes, sua mística gira em torno de um fundador excepcional, como Coco Chanel ou Salvatore Ferragamo.

Muitas vezes, eles estão firmemente enraizados no senso de identidade de um país.

Assim, os costureiros da Savile Row e o Rolls Royce jogam com sua britanidade. Veuve Cliquot e Cartier são inconfundivelmente franceses, e o logotipo da Bulgari faz referência à Roma antiga em seu tipo.

Isso explica por que as marcas de luxo geralmente reforçam sua data de fundação, sua história e o que aconteceu durante sua vida.

A marca de roupas íntimas da Wolsey foi usada tanto pelo Capitão Scott quanto pelo norueguês Roald Amundsen em sua corrida ao Pólo Sul em 1911, dando legitimidade e legitimidade às marcas mais novas não pode reivindicar.

Caso sua marca seja nova, utilize o storytelling para contar sua história de vida, a história de seus produtos ou história do seu nicho para fortalecer sua marca.

 

4ª TÁTICA DAS MARCAS DE LUXO: UTILIZE A ESCASSEZ

O ponto sobre o luxo é que todo mundo não deve ser capaz de pagar, então muitas marcas de alta qualidade racionam seus produtos e acessibilidade.

A lista de espera de seis anos para a bolsa Hermès Birkin é lendária: se vale a pena esperar, vale a pena ter.

No outro extremo do espectro está a Pierre Cardin, uma marca de costura altamente respeitada.

O erro foi inundar o mercado com mais de 800 licenças em 94 países em 1990, perdendo o controle sobre qualidade e design e, finalmente, desvalorizando a reputação da marca.

Os anos 2000 introduziram a ideia de marcas de ponta atingindo novos públicos, colaborando com cadeias de rua, produzindo edições limitadas que os clientes lutam para colocar em suas mãos por apenas algumas semanas.

Ele combina escassez com uma abordagem em massa que impulsiona o desejo, mas protege a marca da superexposição – e torna o produto, serviço ou experiência mais valiosos.

 

5ª TÁTICA DAS MARCAS DE LUXO: UTILIZE UMA FORTE IDENTIDADE DE MARCA

A identidade de uma marca de luxo deve capturar sua excelência, bem como sua personalidade, aura e atitudes únicas, de modo que tenham o cuidado de se aliar a uma causa ou perspectiva específica.

A Tiffany veio para representar o símbolo mais romântico do amor, a Liberty como uma coleção do exótico e eclético, enquanto a Lamborghini se apresenta como o brinquedo final do playboy.

Cada um tenta estabelecer uma conexão pessoal com seu público, refletindo seus sonhos, desejos e necessidade de reconhecimento.

O patrocínio é popular, seja esporte (somente Rolex patrocina tênis, golfe, vela e esportes motorizados), cinema (Omega, Aston Martin e Brioni são todos associados a James Bond; a Chopard patrocina o Festival de Cannes)

A Burberry chega ao público jovem dando uma plataforma para jovens bandas britânicas.

Alguns estabelecem sua preeminência criando uma fundação (DvF e Zegna) ou se aliando a passatempos de alta testa (Chanel e arte, Cartier e Polo); Prada, Ferragamo e Rolls Royce abriram seus próprios museus.

São essas associações que geram interesse e criam mais profundidade e textura para a história de uma marca.

 

6ª TÁTICA DAS MARCAS DE LUXO: UTILIZE EMBAIXADORES DE MARCA

Vivienne Westwood, Donatella Versace e Richard Branson desempenham um papel importante na comunicação de suas marcas através de suas próprias personalidades.

Mas outros confiam na associação com figuras públicas cuidadosamente escolhidas, que transferem suas qualidades para a marca – e atraem atenção e credibilidade.

Portanto, há o uso difundido de estrelas de cinema (Keira Knightley para Chanel, Jude Law para Dunhill).

Figuras esportivas (Rafael Nadal para Lanvin, David Beckham para Armani), cantores (Madonna para Smirnoff, Britney Spears para Virgin Mobile), designers, proprietários de marcas e até mesmo políticos e realeza.

A Louis Vuitton fez isso com estilo: eles desenvolveram a seriedade ao usar especialistas em seus respectivos campos, como Francis Ford Coppola, Mikhail Gorbachev e o astronauta Buzz Aldrin.

Também é interessante o número de marcas de alta qualidade que passaram para o cinema.

Chanel começou a tendência em 2004 com um mini-filme de três minutos, dirigido por Baz Luhrmann e estrelado por Nicole Kidman, custando US $ 42 milhões para fazer.

Tom Ford até dirigiu seu próprio filme, A Single Man – onde todos usavam suas criações, naturalmente.

 

7ª TÁTICA DAS MARCAS DE LUXO: PROMOVA A EXPERIÊNCIA DE COMPRA

As marcas de luxo sempre contaram com experiências de compras exclusivas e excepcionais para criar uma conexão mais intensa com os consumidores e deixar associações positivas.

É por isso que muitos lutaram contra o conceito de compras on-line, sendo não-pessoais e acessíveis às massas.

Comprar um anel da Cartier, um vestido da Valentino ou alimentos da Fortnum & Mason não é apenas transacional, mas uma maneira de as marcas fornecerem uma razão emocional mais alta para comprar.

Então a Abercrombie & Fitch e Hollister contratam modelos masculinos topless, a Burberry instalou tecnologia interativa de ponta no Extremo Oriente.

A Alfred Dunhill foi pioneira no brandhome estilo clube de cavalheiros, com sua sala de jantar privada, cinema, barbeiro e spa, permitindo que os clientes mergulhem completamente na marca.

 

PRA FINALIZAR

Você pode se inspirar nessas 7 táticas das marcas de luxo para melhorar o marketing de seu negócio.

Aproveito para te convidar novamente a conhecer o Método UPSCALE, um método único e exclusivo que te ajudará a conquistar os melhores clientes de seu mercado.

Me chame através do Whatsapp (11) 9.5370-0232 para termos uma conversa e poderei te explicar como funciona esse método, assim como suas possibilidade e valores a serem investidos.

Ah, caso queira fazer parte de nossa área VIP e receber conteúdo exclusivo, além de convites para workshops e eventos, e ainda ganhar um eBook exclusivo, basta clicar no anúncio abaixo.

Forte abraço e conte comigo!

eBook Marketing Digital Para Negócios de Alto Padrão | Alexsandro Kingmaker