Conheça o repertório mental de Steve Jobs e como ser mais criativo

Steve Jobs, considerado por muitos como um dos grandes gênios de nosso tempo, inspirou e inspira milhares de pessoas em todo o mundo. Conheça neste artigo como ele utilizou seu repertório mental para ser mais criativo e revolucionar o mundo da tecnologia.

142
views
Conheça o Repertório Mental de Steve Jobs

É válido afirmar que interpretamos o mundo conforme nossas percepções e que a realidade percebida de cada um está diretamente ligada ao nosso Repertório Mental.

Quanto maior for o seu repertório mental, maiores serão as chances de você ter mais criatividade para resolver problemas, desenvolver soluções e criar novos caminhos para crescimento de seu negócio e melhorias nas vidas de outras pessoas.

Neste artigo vou falar do repertório mental daquele que considero um verdadeiro gênio de nosso tempo, Steve Jobs, e como você pode aumentar o seu próprio repertório mental para se tornar mais criativo.

Vale lembrar que, tanto em meus Workshops quanto em minhas Consultorias Exclusivas e em meus Treinamentos, outras dicas mais aprofundadas neste e em outros assuntos relacionados a Marketing Premium são passadas. Vale a pena participar.

 

Leia Também:

 

MAS AFINAL, O QUE É REPERTÓRIO MENTAL?

Repertório Mental nada mais é do que o conjunto de conhecimentos adquiridos através de experiências que um indivíduo acumula durante sua vida. Normalmente a combinação das peças que compõem esse repertório resulta no aumento da capacidade criativa do indivíduo.

Essas experiências podem ser visuais, auditivas, olfativas, táteis e, até mesmo, palativas.

 

Conheça o Repertório Mental de Steve Jobs

 

CONHEÇA O REPERTÓRIO MENTAL DE STEVE JOBS

Um bom exemplo foi descrito por Steve Jobs durante seu emblemático discurso na Faculdade de Stanford, em 2005.

Na história sobre ligar o pontos, Jobs conta que uma das promessas que seus pais adotivos fizeram a sua mãe biológica é de que Steve deveria, obrigatoriamente, frequentar uma faculdade.

Seus pais adotivos cumpriram a promessa no entanto, Steve Jobs abandonou o Reed College depois de 6 meses mas ficou “enrolando” por mais 18 meses antes de realmente abandonar a escola.

Durante esse tempo, Steve não tinha um quarto no dormitório e por isso dormia no chão do quarto de amigos e recolhia garrafas de Coca-Cola para ganhar 5 centavos, como quais comprava comida.

Chegava a andar 11 quilômetros pela cidade todo domingo a noite para ter uma boa refeição no templo Hare-Krishna.

Guiado por sua curiosidade e intuição descobriu que Reed College oferecia, naquela época, a melhor formação em caligrafia do país.

Como havia largado o curso não era obrigado a frequentar as aulas normais, decidindo então frequentar as aulas de caligrafia.

Foi ai que o jovem Steve Jobs pode aprender sobre fontes com serifa e sem serifa, como variar a quantidade de espaço entre diferentes combinações de letras, sobre o que torna uma tipografia boa.

Claro que, na época, tudo aquilo não tinha aplicação prática para a vida de Jobs, porém ele se dedicou a aprender ao máximo sobre o fascinante mundo da tipografia.

10 anos mais tarde, quando estava criando o primeiro computador Macintosh, tudo voltou. E, com sua equipe, pode aplicar todo esse conhecimento sobre tipografia no Mac, o tornando o primeiro computador com uma bonita tipografia.

Caso Steve Jobs não tivesse largado a faculdade, talvez nunca teria frequentado o curso de tipografia e o Mac nunca teria tido fontes múltiplas ou proporcionalmente espaçadas. E é bem provável que outros computadores também não contassem com esse recurso ou demoraria muito mais tempo para tê-lo.

Em resumo, Steve Jobs utilizou seu Repertório Mental para ligar os pontos e tornar as fontes dos computadores muito mais bonitas.

 

 

REPERTÓRIO MENTAL + COMBINATIVIDADE = CRIATIVIDADE

Quanto maior e mais diversificado for seu Repertório Mental, maior será o número de combinações possíveis e maior será sua criatividade na resolução de problemas, desenvolvimento de projetos e inovação em sua área de atuação.

Podemos afirmar que uma pessoa criativa é aquela que, além de um bom Repertório Mental, é capaz de fazer as melhores combinações afim de atingir um objetivo. Afinal, de nada vale ter só os ingredientes, é preciso aprender a combina-los.

É válido dizer também, que testar diferentes combinações te fará chegar a novos resultados, tanto bons quanto ruins, mas de grande valia para seu aprendizado.

O conhecimento dos resultados das possíveis combinações de seu Repertório Mental é o que comumente chamamos de expertise, know how, criatividade ou simplesmente experiência.

Estar disposto a testar essas possibilidades e de constantemente ampliar seu Repertório Mental é o que te torna criativo.

Pode parecer uma tarefa simples, no entanto é algo que, em muitos casos, pode ser desagradável, desconfortável e desafiador.

 

Conheça o Repertório Mental de Steve Jobs

 

COMO AMPLIAR SEU REPERTÓRIO MENTAL

A forma mais simples de ampliar seu Repertório Mental é se dedicar a ler mais, ouvir novas músicas, conhecer, sem preconceitos, diferentes pontos de vista, opiniões, conhecimentos, pessoas e lugares.

O grande desafio é provar daquilo que, até então para você era simplesmente abominável.

Um simples exemplo que, com certeza pode te fazer querer me xingar simplesmente por propor: Digamos que você, assim como eu, ame o bom e velho Rock n’ Roll e eu te sugira ouvir a discografia completa do grupo de pagode Raça Negra afim de aumentar seu Repertório Mental. Calma, não precisa me xingar tanto.

Agora digamos que muito a contra gosto, você seguiu meu conselho e ouviu a discografia completa do Raça Negra e certo dia em uma reunião de negócios descobre que seu possível cliente é um grande fã da nostalgia dos anos 90 e que, por incrível que pareça, gosta de ouvir as clássicas bandas de pagode da época.

Você poderá utilizar seu prévio conhecimento em Raça Negra para ter uma breve conversa informal e, assim, criar uma maior conexão com seu interlocutor tornando mais fácil a negociação e o fechamento do negócio.

Claro que este é um exemplo hipotético.

Quando decidimos empreender temos que saber que quanto maior nosso Repertório Mental mais soluções poderemos oferecer a nossos clientes.

Não basta apenas ser especialista em seu tipo de negócio, é preciso ter conhecimento no maior número de áreas possíveis.

Claro que é importante ser autoridade em sua área de atuação mas isso não pode te tornar isolado de novos conhecimentos, novos pontos de vista e novas experiências.

 

Conheça o Repertório Mental de Steve Jobs

 

DESAFIO VOCÊ QUE, DURANTE ESSE ANO:

01 – Leia, no mínimo, 6 livros com temas variados que normalmente você não leria;

02 – Visite pelo menos dois museus diferentes ou mostras diferentes;

03 – Assista pelo menos 6 filmes que não sejam produções de Hollywood;

04 – Almoce ou jante em pelo menos 6 restaurantes dedicados a servir pratos de países diferentes;

05 – Ouça álbuns completos de pelo menos 10 bandas ou artistas novos de gêneros musicais que normalmente não te agradam;

06 – Faça pelo menos dois cursos em áreas que não tenham ligações diretas com sua área de atuação;

07 – Faça amizade com pelo menos 6 pessoas de áreas totalmente diferentes da sua e as peça que te explique detalhes de suas áreas de atuação;

08 – Assista 4 apresentações musicais de bandas, cantores ou grupos de diferentes estilos musicais que você não conhece;

09 – Se desafie a aprender algo novo a cada semana;

10 – Realize um desafio pessoal. Ex.: Saltar de paraquedas, andar de avião ou helicóptero, treinar uma arte marcial, fazer aulas de tiro, participar de uma maratona esportiva, voar de asa delta, pular de bungee jump, etc. (É óbvio, que você deve ter certeza que sua saúde física permite realizar esse desafio).

Enfim permita-se viver novas experiências que te possibilitem aumentar seu Repertório Mental de forma consistente e, como consequência, se tornar mais criativo.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Repertório Mental é a quantidade de experiências acumuladas em sua mente. Esse número de experiências podem ser combinadas afim de aumentar seu grau de criatividade.

Uma forma simples de ampliar seu Repertório Mental é propondo-se a viver novas experiências de forma consciente e com o mínimo de preconceitos possível.

Ah, vale ressaltar que experiências destrutivas como uso de drogas ou experiências que vão contra as leis vigentes NÃO são aqui recomendadas ou apoiadas.

Que tudo o que você viva seja para seu crescimento mental, físico e espiritual.

Aproveite e me conte nos comentários se esse artigo te ajudou e como pretende aumentar e diversificar seu Repertório Mental.

Forte abraço e até a próxima.